Crítica: Maze Runner - Correr ou Morrer (2014) | Padronizado


Crítica: Maze Runner - Correr ou Morrer (2014)

Crítica: Maze Runner - Correr ou Morrer (2014)

           Bom, para começarmos a crítica sobre o filme precisamos deixar uma coisa bem clara: O filme tem quase absolutamente nenhuma semelhança com o livro, apenas a ideia principal.
           "Correr ou Morrer" se passa em um futuro distópico onde os personagens em que o longa é centrado logo de início, não tem nenhum conhecimento sobre o lugar onde vivem ou o motivos de estarem lá. Com o passar do tempo o telespectador junto com os personagens vão descobrindo mais sobre a Clareira (local onde eles vivem) e o Labirinto, além do mistério ao redor de Thomas (Dylan O'Brien), o protagonista, que cresce a cada minuto.
           O filme tem de cenas de ação muito bem filmadas e um bom elenco, que apesar de jovem, é bem experiente, efeitos de boa qualidade e uma ótima ambientação asseguram uma boa experiência. Em relação as críticas recebidas por Kaya Scodelario, para minha opinião elas são exageradas uma vez que, o personagem dela é extremamente figurante (o que não acontece no livro).
           Para os fãs do livro, é claro que a produção desaponta demais, adicionando cenas que não existem, cronologia incorreta, e outras bizarrices que deixaria qualquer leitor de cabelo em pé. Porém para uma fria análise, não levanto em conta a existência do livro, o filme é bom mas deixou a desejar um pouco por ser muito rápido, sem causar um envolvimento com o personagem. É uma ótima alternativa para passar o tempo.



Postado por: Matheus Meiravale.

 

Seguidores